sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Maldade que une, mesmo após 16 anos

Ontem escutei uma história (de amor) muito curiosa, linda e ao mesmo tempo revoltante: Um casal se separa depois de quatro anos juntos por "ficarem sabendo" por meio de fofocas, maldades, invejas, intrigas e afins, que ambos estavam envolvidos em traição.  Ou seja, cada um tinha um (a) amante.
A parte masculina, a mais revoltada, a mais orgulhosa, machista (óbvio) por legitimidade, abandona o barco sem tirar satisfações. A parte feminina, só orgulhosa, não pergunta o por quê e silencia-se. 
Passados dezesseis anos, eles se reencontram e resolvem conversar sobre as "pseudo-traições" (sem consulta as novas regras da língua portuguesa). Para surpresa de ambos, ninguém traiu ninguém, foram apenas fofocas, intrigas e maldades de cabeças-pouco-evoluídas-humanas quem criaram tais histórias. 
Separados por dezesseis anos, o casal não quis saber a motivação dos autores para tal. Mas como em novela, resolveram por bem, dar continuidade a uma história linda de amor que já dura cinco anos. 
Pode ser até uma frase pronta e piegas, mas que o amor tende a vencer, sempre; isso, não há maldade no mundo que vença.
Se pudéssemos dizimar da Terra, pessoas que usam de seu precioso tempo para o mal (sei que é utopia), seríamos realmente pessoas mais felizes.
"A maldade bebe a maior parte do veneno que produz." Séneca

3 comentários:

disse...

Pq ?? tento entender ... mas esse tal "amor" ... sempre é alvo de intrigas, fofocas, mentiras !!! Fiquei aki pensando nesse casal que por se preocupar dimais com a opinião das pessoas deixou de vivênciar tantos bons momentos por 16 anos. Deviamos aprender a cuidar mais das nossas proprias vidas e colocar um vidro blindado p tudo, tudo, q é negativo .
Vich como esse amor nos faz amar mais e sofrer mais ... amor+ dor= amor + outro amor + dor ... sempre ....

lourencavf disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
lourencavf disse...

Eu que o diga!
Se determinadas pessoas cuidassem da própria vida, eu ainda estaria vivendo a minha história de amor! 6 anos de namoro, que acabou por causa de fofoca.
Como eu sempre digo: Felicidade alheia incomoda!!!
A minha, tudo bem, eu sou estranha, mas atrapalhar a vida do próprio irmão, simplesmente pq a felicidade do casal incomodava...
Não entendo.
Enfim... vivendo um dia de cada vez e acreditando sempre no amor!