sexta-feira, 21 de outubro de 2011

domingo, 21 de agosto de 2011

quarta-feira, 22 de junho de 2011

RÚGBI NO BRASIL

quarta-feira, 11 de maio de 2011

terça-feira, 22 de março de 2011

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

FILHOS ESPECIAIS

DIÁRIO DA IZA
Desde que a internet foi apresentada ao mundo e a mim, recebo, quase que diariamente, email´s (alguns em power point) de pessoas pedindo ajuda para seus filhos. Abria os email´s e via fotos de crianças especiais. Em meus pensamentos egoístas, achava que era um modismo em decadência, pois se vira moda, perde o efeito.

Ou seja, centenas de email´s pedindo a mesma coisa. Ajuda para o tratamento do filho. A coisa ficou pior, quando os spams passaram a dominar o mundo virtual. Então comecei a considerar SPAMS todo email pedindo ajuda para tratamento de filhos com problemas especiais ou o contrário.

Obviamente, que as coisas mudam, sobretudo, quando acontece na própria família. Embora não tenha acontecido na minha família, tive o prazer de conhecer uma família especial, por causa de um filho especial, uma filha especial.

Fiquei pensando como é cuidar de uma criança de 8 anos com idade mental a de um bebê com idade inferior a 3 meses de idade. Sem nenhuma mobilidade motora, sem pensamentos (?), sem vontade, sem perspectivas. Como seria criar um filho fora das expectativas da sociedade. Crescer, desenvolver, estudar, trabalhar, constituir família, povoar o mundo, cuidar dos pais, etc. 

Percebi, pela dedicação da família, que se deve viver um dia de cada vez. Parece clichê, mas é verdade. Sem desespero. Apenas esperar o que a vida tem para oferecer. 

É por isso que famílias com filhos especiais são famílias especiais. 

Não posso culpar os SPAMS pela minha comodidade em não ler os email´s de "filhos especiais". Agora, vou prestar mais atenção e, pelo menos, repassá-los, ainda que eu não concorde com isso. Afinal, o SEND de um teclado, pode ter sido apertado por uma pai ou uma mãe cheio de esperanças de encontrar alguém que clicou em uma nova mensagem e "perdeu" dois minutos de seu tempo para ler e, quem sabe, colaborar.

Esta na foto é Iza ao lado da mãe. A filha especial da Família Freitas. Ela foi contaminada dentro da barriga da mãe pelo herpes-vírus, aquele que 90% da população tem, mas nem todos se manifestam. 


A doença se chama Citomegalovirus. Iza teve paralisia cerebral grave. Ela não fala, não anda, não se alimenta sozinha, usa fraldas e é de costume ter febres altíssimas devido a infecções oportunistas. Sempre. 


Agora é a minha vez de "Disparar" email´s para todos que conheço e pedir encarecidamente que ajudem a Iza chegar à China. É lá que existe alguma esperança. Espero que não exista tantas pessoas como eu que simplesmente deletam os email´s de "filhos especiais" pedindo ajuda. É o outro lado da moeda.

Obrigada por ler esta mensagem. E se puder contribuir com algum valor, entre no blog DIÁRIO DA IZASe quiser apenas comentar o texto, clique no BLOG ENJOADO, ele é meu.

Até para todos.         
    
Renata Mota